Obrigada pela visita!

Archive for Setembro, 2010

Deixa eu te contar ? Volume 2- Seleção até 24 de outubro

Se você sempre sonhou em ter um conto publicado, está no lugar certo!

Antologia “Deixa eu te contar?” Um livro de contos direcionado para o público adolescente.

Para participar é só conferir o regulamento abaixo e enviar o seu conto.

Regulamento 1) DA PARTICIPAÇÃO 1.1. A antologia “Deixa eu te contar?” é promovida pelos blog da izabelle Valladares, representados legalmente neste ato, pela Escritora e Acadêmica Izabelle Valladares, 1.2. Poderão participar da antologia todas as pessoas físicas , residentes legais no Brasil, bem como brasileiros residentes no exterior. Também poderão participar da Antologia escritores de outras nacionalidades, desde que a língua mantida seja a língua portuguesa. 1.3. Das características da antologia: A Antologia “Deixa eu te contar?” receberá única e exclusivamente contos cujo tema seja infanto-juvenil, direcionado ao primeiro leitor crítico (10 á 18 anos) sendo que a criatividade e imaginação do escritor darão o toque e estilo ao trabalho. 1.4. Menores de 21 anos, poderão participar da antologia, mediante autorização por escrito de um responsável legal, acompanhada de fotocópia do original de documento de identidade do mesmo para conferência e registro de inscrição. 1.5. A participação se dará no sistema de cotas, sendo que cada autor deverá proceder ao pagamento de R$50,00 cinqüenta reais. Os escritores também terão direito á 8 % das vendas do livro,á partir da segunda edição. O lançamento será no estado do Rio de Janeiro, ou em caso de maioria do estado de São Paulo, em SP capital. 1.6. Serão selecionados, ao todo, trinta participantes, que receberão um total de três exemplares da Antologia sendo que um exemplar será a título de direitos autorais para essa primeira edição. Especificação do Produto: Título; “Deixa eu te contar?” 1.7. A presente antologia será confeccionada pela EDITORA que a organizadora escolher e tem como finalidade estimular a produção de contos, formação e divulgação de novos autores. 2)DA ACEITAÇÃO DOS CONTOS 2.1. Serão aceitos apenas contos inéditos em língua portuguesa, de temática pertinente a antologia, com limite de quatro mil caracteres com espaços, em formato A4, espaços de 1,5 entre linhas, fontes times ou arial tamanho 14, acompanhados dos dados de inscrição que constam no parágrafo 5.5 desse regulamento. 2.2. Não serão aceitos fanfics nem contos que pertençam ao universo de personagens já existentes criados por outro autor. 2.3. Os contos devidamente formatados (arquivo doc) deverão ser anexados e enviados a/c de Izabelle valladares para o email antologia@izabellevalladares.com.br e de Nathalia Souza do escritorasteens@hotmail.com, e no corpo da mensagem, o autor deverá fornecer as informações exigidas por este regulameto (dados de inscrição e demais documentos de autorização, etc), para que se efetue a inscrição. 2.4. Os contos inscritos deverão contemplar, obrigatoriamente, os seguintes elementos: (a) narrativa em primeira pessoa ou terceira pessoa; (b) temática da antologia (infanto juvenil), sendo que o tratamento dado ao tema será de exclusividade de cada autor. (c) não ultrapassar o limite de 4500 caracteres sem espaços. 2.5. Caso o autor deseje que seu conto tenha mais do que o espaço reservado de 5000 caracteres ele terá a opção de adquirir o valor de duas cotas, assim podendo ampliar seu espaço na antologia. Os procedimentos são os mesmo citados no item 1.5 desse regulamento, caso haja espaço na antologia liberaremos alguns autores que excedam sem custo extra. 3) NÃO SERÃO ACEITOS CONTOS QUE: (a) possam causar danos a terceiros, seja através de difamação, injúria ou calúnia, danos materiais e/ou danos morais; (b) ofendam a liberdade de crença e as religiões; (c) contenham dados ou informações racistas ou discriminatórias; (d) tenham a intenção de divulgar produtos ou serviços alheios aos objetivos da antologia ou que tenham qualquer finalidade comercial; (e) façam propaganda eleitoral ou divulguem opinião favorável ou contrária a partidos ou candidatos; (f) tenham sido produzidos por terceiros; (g) que não venham formatados nas normas estabelecidas por esse regulamento e descritas no item 2.1. 4) DOS CONTOS INSCRITOS 4.1. Os contos inscritos serão analisados e selecionados mediante avaliação do profissional nomeado pela organização da Antologia, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis. A avaliação se dará com base nos seguintes critérios: (a) criatividade e originalidade do enredo; (b) adequação do enredo ao universo ficcional do livro; (c) impacto do conto e qualidade dos recursos narrativos utilizados. 4.2. Ao se inscrever na Antologia o autor autoriza automaticamente a veiculação de seu conto, sem ônus para a Editora nos meios de comunicação existente ou que possam existir com a intenção de divulgar a antologia. 5) SOBRE AS INSCRIÇÕES: 5.1. As inscrições para a Antologia “Deixa eu te contar?” serão abertas às 24h00min do dia 24 de setembro de 2010 e encerradas em 24 de outubro de 2010, podendo ser encerradas antes, caso o número de contos recebidos e avaliados sejam aprovados antes da data, no formato e padrão já descritos, sendo que a partir desse momento o prazo para publicação é de 120 dias. As inscrições só poderão ser feitas pelos e-mails acima citados. 5.2. Um determinado conto poderá ter mais de um autor, num número limite de dois. Um determinado autor poderá participar da antologia com mais de um conto, desde que observado o parágrafo 1.5 e 2.5 desse regulamento. 5.3. As inscrições são gratuitas. 5.4. Para participar os candidatos deverão, além de enviar um ou mais contos de acordo com as regras estabelecidas neste regulamento, fornecer as informações a seguir: (a) nome completo do autor do conto e de seu responsável legal(se for menor de idade); (b) data de nascimento; (c) número do documento de identidade pessoal e do responsável legal(se for menor de idade); (d) endereço físico e eletrônico, completo e legível; (e) telefone fixo e celular; (f) informação de onde e como ficou sabendo da antologia; (g) autorização por escrito assinada pelo responsável (se for menor de idade) e fotocópia legível do documento de identidade do mesmo (cópia escaneada e enviada junto com o e-mail); (h) mini biografia de no máximo três linhas para cada autor. No caso de contos com dois autores o espaço deverá ser dividido entre ambos. Uma foto em preto e branco. (i) frete de entrega dos livros será por conta do autor. 5.5. Só serão aceitas inscrições através dos procedimentos previstos neste regulamento. Os dados fornecidos pelos participantes, no momento das inscrições, deverão estar corretos, claros e precisos. É de total responsabilidade dos participantes a veracidade dos dados fornecidos à organização da Antologia “Para brincar de ler” 5.6. Em caso de fraude comprovada, o conto será excluído automaticamente da antologia. 5.7. Os participantes concordam em autorizar, pelo tempo que durar a antologia com a editora, que a organização faça uso do seu conto, suas imagens, som da voz e nomes em mídias impressas ou eletrônicas para divulgação da Antologia, sem nenhum ônus para os organizadores, e para benefício da maior visibilidade da obra e seu alcance junto ao leitor. 6) OUTRAS INFORMAÇÕES 6.1. Dúvidas relacionadas a esta antologia e seu regulamento poderão ser enviados para o e-mail antologia@izabellevalladares.com.br 6.2. Todas as dúvidas e casos omissos neste regulamento serão analisados por uma comissão composta pela equipe organizadora e sua decisão será irrecorrível. 6.3. Para todos os efeitos legais, os participantes do presente Antologia, declaram ser os legítimos autores dos contos inscritos e garantem o ineditismo dos mesmos, isentando a Editora de qualquer reclamação ou demanda que porventura venha a ser apresentada em juízo ou fora dele. 6.4.A literara reserva-se o direito de alterar qualquer item desta Antologia, bem como interrompê-la, se necessário for, fazendo a comunicação expressa para os participantes. 6.5. A participação nesta Antologia implica na aceitação total e irrestrita de todos os itens deste regulamento.


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

(Meu) Recomeço…

É tempo de recomeço…
Não agora, não hoje,
Mas sempre…
Todo dia, toda hora, todo minuto você pode recomeçar…
Pra isso basta querer..
Só depende de você!
A partir de agora eu quero acordar todas as manhãs e me sentir feliz pelo simples motivo de estar respirando..de olhar o céu azul e mesmo que o céu não esteja azul, por poder olhar o céu ou simplesmente por poder ver…
Quero ouvir o canto dos pássaros ou até mesmo a buzina de um carro e ficar feliz por poder ouvir…
Quero comer sorvete ou até mesmo jiló e ficar feliz por poder sentir os mais variados sabores…
Eu quero sentir o cheiro de um bom perfume, fazer carinho no gato ou espetar o dedo no espinho de uma rosa e ficar feliz por saber que eu posso ter todas essas sensações…
Quero dar bom dia pras flores..
Despertar sorrisos até mesmo das pessoas que eu não conheço..
Quero encontrar a felicidade nas coisas mais simples possíveis…
Quero fazer as coisas que eu gosto sem me preocupar com nada..
Quero gostar de mim como eu sou, mas que isso não seja motivo para que eu me acomode e sim para que eu procure melhorar a cada dia…
Quero estar perto das pessoas que me fazem bem e poder contribuir para que o dia delas seja feliz também..
Quero olhar para uma criança e enxergar nela o futuro…
Quero deixar pra trás as mágoas, as dores, as coisas ruins e guardar somente coisas boas..
Quero ter coragem para enfrentar os obstáculos e sabedoria para perceber quando é a hora de desistir de algo…
Quero fazer as coisas certas, mas saber reconhecer quando estiver errada…
Quero seguir pela estrada certa, mas se um dia pegar uma rua errada poder voltar e continuar o caminho..
Quero fazer todas as coisas que planejei ou tudo totalmente diferente, desde que no fim do dia eu esteja feliz com o que foi feito..
Quero me arrepender de ter feito do que me arrepender por ter deixado de fazer algo que eu queria..
Quero deixar de ver os obstáculos como motivos pra desistir, e sim passar a vê-los como desafios que me motivem a continuar…
Quero que as pessoas que são importantes pra mim saibam disso sempre mesmo que eu não diga isso com muita frequência…
Quero amar sem precisar sofrer por isso…
Quero abrir os olhos e enxergar o que a maioria não pode
simplesmente porque deixaram de acreditar…como por exemplo, o interior das pessoas que é o que realmente importa pra mim…
Quero tantas coisas que eu poderia passar a vida toda aqui escrevendo…mas pra que fazer isso se eu posso viver?
Então pra encerrar…
Eu quero que no meu último suspiro eu possa olhar a vida e dizer: “valeu a pena…”

by Nath Souza


Nuvem de etiquetas