Obrigada pela visita!

Archive for Maio, 2008

Sinto Falta

Sinto falta do carinho que não recebi

Do beijo que você não me deu

Do abraço que eu esperei

Do telefone que não tocou

Do amor que nunca senti

Das noites em claro que nunca passei

Das palavras que você nunca me disse

Das flores que murcharam sem que eu recebesse

Da felicidade que poderia ter sentido

Dos melhores momentos da vida que poderia ter vivido

E, principalmente, sinto falta de VOCÊ!

by Nath Souza

Que mulher nunca teve?

Que mulher nunca teve?
Um sutiã meio furado,
Um primo meio tarado,
Ou um amigo meio viado?

Que mulher nunca tomou
Um fora de querer sumir,
Um porre de cair
Ou um lexotan para dormir?

Que mulher nunca sonhou
Com a sogra morta, estendida,
Em ser muito feliz na vida
Ou com uma lipo na barriga?

Que mulher nunca pensou
Em dar fim numa panela,
Jogar os filhos pela janela
Ou que a culpa era toda dela?

Que mulher nunca penou
Para que ter a perna depilada,
Para que aturar uma empregada
Ou para que trabalhar menstruada?

Que mulher nunca comeu
Uma caixa de Bis, por ansiedade,
Uma alface, no almoço, por vaidade
Ou, um canalha por saudade?

Que mulher nunca apertou
O pé no sapato para caber,
A barriga para emagrecer
Ou um ursinho para não enlouquecer?

Que mulher nunca jurou
Que não estava ao telefone,
Que não pensa em silicone
Que “dele” não lembra nem o nome?

By Eva

Obs: Texto retirado da internet.

Escola do Amor

Aqui..

No meio dos átomos, prótons e nêutrons

Vou descobrindo a verdadeira química

A química do amor

Que provoca reações

E no meio dos números, frações e funções

Vou entendendo a matemática do amor

Onde 1+1 significa muito mais do que 2

Mas sim 2 em 1

Com as plantas , os animais e o corpo humano

Vou aprendendo que o coração

É muito mais que um órgão vital

É o que nos faz viver, amar…

Através da literatura, do vocabulário, da poesia

Vejo que o Português

Nos ensina muito mais do que

Falar e escrever

Mas sim a ver e sentir o amor através das palavras

Estudando regiões, países e povos

Consigo entender que o amor

Não está presente somente aqui

Mas em todo o lugar

Conhecendo povos e civilizações

Consigo enxergar que não existe

Apenas uma maneira de se amar

Mas sim muitas e diversas

Enfim, aprendi que estudando

Se aprende muito mais do que

Química, Matemática Biologia, Português, Geografia e História

Se aprende o verdadeiro significado do “amor”

Que está camuflado nas pequenas coisas

E que precisa estar “aberto” pra sentir.

by Nath Souza

em 28/05/2007

Espero Alguém…

Espero alguém…

Que me compreenda só no olhar

Que eu possa confiar os segredos mais intímos

Que me aceite como eu sou

Que esteja ao meu lado em todos os momentos, bons ou maus

Mesmo que seja em pensamento

Que me dê um abraço quando eu precisar

Que discorde de mim às vezes

Que me dê bronca quando estiver errada

Que me ajude a levantar quando eu cair

Que me diga a verdade por mais difícil que seja

Mas que também me diga belas palavras

Alguém que acredite em mim mesmo quando ninguém mais acreditar

Que juntos formemos um só

Não sei se esse alguém existe mas vou continuar esperando até o dia que encontrar.

by Nath Souza

Aos 15 Anos de Mariana

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a Deus por ter colocado na minha vida uma pessoa tão especial: VOCÊ! Que sempre esteve comigo em todos os momentos em que precisei, mesmo eu muitas vezes eu estando em falta com você.

Sei que muitas vezes não demonstro quanto realmente eu gosto de você. Mas às vezes acho que é por não saber como. Sei também que posso ter parecido um pouco louca quando insisti que fizessem à festa faltando apenas 4 meses, mas foi porque eu quis que você pudesse dividir com pessoas queridas, a alegria de estar comemorando 15 anos. E hoje estamos aqui!

15 anos, uma idade única na vida de uma menina, assim como todas as outras. Mas com significado especial, que só você poderá descobrir.

Se existe uma frase que diz: “Os amigos são os irmão que podemos escolher.” É porque os irmãos além de amigos são muito importantes em nossas vidas.

Por isso, hoje eu gostaria de lhe dizer o quanto você é importante na minha vida, na da nossa família e também de todas as pessoas que a cercam.

Não posso dizer que você é perfeita, pois como todo ser humano, tem seus defeitos que neste momento não valem a pena serem citados. E tem muitas qualidades que sobressaem, como ser carinhosa, bonita, inteligente e muito prestativa a todos. Enfim, poderia passar a noite toda citando-as, mas creio não ser necessário, pois todos já sabem.

Por fim, gostaria de lhe dizer algo que considero muito importante, que alguns dizem mas poucos seguem. Procure sempre demonstrar para as pessoas o quanto gosta delas e o quanto são importantes pra você. Pois nunca saberemos quando será a ultima vêz. E também “nunca deixe pra amanhã o que se pode fazer hoje”, com juízo, porque o tempo não volta. Por isso aproveito este momento pra dizer que TE AMO!

 

by Nath Souza

Felicidade

Cansei de pensar, e até mesmo escrever sobre ela, e até hoje não cheguei a uma conclusão. As vezes acho que é feita de momentos, outras, que está guardada no mais profundo de nosso existir esperando o momneto certo de se mostrar.

Uma coisa é fato, todos já sentiram pelo menos uma vez. Uns parecem sentir mais e outros menos. Não sei se por sorte ou por destino, ou então, simplesmente pelo fato de saber enxergar a felicidade.

É mestre na camuflagem, pois se esconde nas coisas mais simples da vida, que muitas vezes também são complexas ao mesmo tempo. Como o nascimento de uma criança!

Pode se mostrar na maneira mais fácil ou difícil, e nós é que temos que escolher qual caminho seguir.

Por isso, não deixe de olhar os detalhes quase imperceptíveis, pois neles ela também pode estar escondida, e você pode estar perdendo uma grande oportunidade de ser feliz.

Então aproveite todos os momentos e tire lições até mesmo dos ruins. E seja feliz!

by Nath Souza

Ao Ganymédes José

Parabéns Ganymédes! Hoje, 15/05/08 estaria completando 72 anos. Por um acaso trouxe seus livros comigo, e quando abri, vi que é a data do seu aniversário. Por isso não acredito em acasos. Amei seus livros desde o primeiro momento em que os li. Pena que você morreu no ano em que nasci. Gostaria de ter tido a oportunidade de ter dito pessoalmente o quanto gosto do que você escreveu. E a falta dela me deixa triste. Sorte das pessoas que tiveram a oportunidade de estar com você. Mas já que não pude faze-lo, eis a minha maneira de homenagea-lo, demostrando através de pensamentos e palavras a importância dos seus livros na minha vida. E sei que onde você estiver vai ver.

by Nath Souza

Nuvem de etiquetas