Obrigada pela visita!

Archive for Junho, 2010

Entrevista: Tammy Luciano

Atriz, jornalista e escritora, Tammy Luciano é a nossa entrevistada da vez.

Seu último lançamento, “Sou Toda Errada” vem conquistando cada vez mais leitores. Ainda não li o livro todo, mas o primeiro capítulo me deixou cheia de vontade. Então, quando eu ler, conto pra vocês.

Jovem, linda e rica, Mila tem orgulho da sua vida fácil e faz questãode aproveitá-la ao máximo. Entre festas, namoros e voltas noshopping, seu estilo de vida é igual ao de qualquer patricinha dazona sul – até que conhece Neco, e com ele, o amor. Os dois vivemuma paixão conturbada, um namoro marcado por loucuras, brigase ciúme doentio. Mas quando ela menos espera, sua alma gêmeadiz adeus, dando fim à relação. Pela primeira vez, Mila se vêsozinha, sufocada pelas memórias do namoro. Faculdade, amigos ecartões de crédito já não lhe trazem mais alegria, nem expulsampor um segundo o ex da sua mente. Agora, Mila é obrigada aencarar o vazio da própria existência fútil. Transtornada, ela seentrega num ritmo alucinante a festas, ao álcool e ao sexoinconsequente, tentando aliviar a dor. Obcecada pelo ex, seenvolve numa espiral de confusões, mentiras e manipulações, tudopara obrigá-lo a voltar. Será que ela vai conseguir?

Quem quiser saber mais sobre ela é só acessar: www.tammyluciano.com.br

Confira abaixo a entrevista:

Escritoras Teens: Um escritor escreve sobre várias coisas e pessoas, mas ele geralmente passa a ser conhecido quando começam a escrever sobre ele. O que você sentiu na primeira vez que leu o que escreveram a seu respeito?

Ahahahahah… É verdade. Dizem até que quando você tem alguém falando mal de você na internet é que o sucesso chegou. Horrível isso! O lado bom é que sempre me emociono sabendo que as pessoas estão querendo saber de mim, me conhecer um pouco mais. Fico feliz quando leio algo sobre meu trabalho, já que estou nesse meio há 20 anos de maneira séria, fazendo um trabalho contínuo. É bom saber que hoje alguém já me conhece, que gosta do que escrevo. Alguns leitores me fazem chorar com seu carinho. A primeira vez que falaram de mim foi no Jornal o Globo, em 1995. Era uma matéria com o título “Jovem roteirista a caminho do sucesso”. Demais, né? Lembro que não acreditei quando vi. Foi emocionante!

Escritoras Teens: Quando escreve, qual o seu posicionamento quanto ao tema? É de narrador ou se sente como integrante da história?

Quando escrevo, eu acredito muito na história e avalio o que precisa ser contado para escolher a melhor forma para isso ser feito. Quando fiz a biografia da modelo Fernanda Vogel, eu assumi um compromisso com a verdade, de colocar no papel o que 55 pessoas tinham me contado sobre a vida e o acidente sofrido pela modelo. Fui uma narradora da história de maneira bem jornalística, me preocupando em contar os fatos, sem nenhuma invenção. Em Novela de Poemas, os poemas são meus e fiquei feliz com a identificação das pessoas com as minhas palavras. Em Sou Toda Errada , eu conseguia sentir viva a Mila. Escrevi na primeira pessoa, mas consegui ter um distanciamento para não ficar louca porque a personagem é uma bomba nuclear na vida de qualquer um! Durante muito tempo escrevi peças de teatro e isso está me ajudando muito na literatura.

Escritoras Teens: Escrever é sua vida, faz parte da sua vida ou a completa?

É um pouco de cada. Escrever é minha vida, e faz parte da minha vida de uma maneira muito forte. Eu adoro me dedicar aos livros, para melhorar ainda mais o mundo que eu faço parte. Minha rotina é com livros ao redor. Tenho um projeto “Escreva o Mundo” em que visito locais para falar do meu trabalho, da carreira de escritora, de como escrever é bom e convidando as pessoas não só a ler, mas escrever também! E claro todo esse universo me completa. Tenho alegria na alma sempre que um livro meu é publicado. É uma sensação inexplicável! Mas eu também quero formar uma família, ter um filho e penso que quero que ele (ou ela) e meu amor tenham muito orgulho dos meus livros.

Escritoras Teens: Alem de escritora você é atriz. Quando está representando, alguma vez achou que escreveria diferente a fala ou a história?

Acho que o texto do autor precisa ser respeitado. Admiro demais o texto alheio e quando sou atriz, tento esquecer meu lado escritora. É questão de profissionalismo. Mas confesso que quando eu fiz a novela Caminhos do Coração, minha personagem, a empregada Ivonete, falava pouco, e eu tinha muita vontade de escrever mais falas para ela… Ahahahahah… Quando o Thiago Santiago, autor da novela, colocou mais falinhas para ela no roteiro eu amei. Acho também que teria dado outro final para minha personagem, ela morreu assassinada coitada, mas meu papel de atriz é aceitar o destino das personagens. Eu escrevi uma peça infantil que apresento com minha companhia de teatro, “Krikilin rima com Ziripin”, e até meu próprio texto eu respeito.

Escritoras Teens: Todas as suas atividades profissionais lhe realizam igualmente ou tem uma que você gosta mais? Por que?

Quando estou atuando, amo intensamente o palco. Quando estou escrevendo, amo intensamente os livros. A literatura anda tomando um espaço muito grande na minha rotina. Os livros estão acontecendo de uma maneira que eu nunca esperei. Mas não gostaria de abandonar o teatro, os vídeos (www.youtube.com/tammyluciano) que gravo para me dedicar somente a escrever. Tem espaço para seguir meu trabalho atuando, escrevendo, criando… Meus trabalhos se completam e me fortalecem.

Escritoras Teens: Suas experiências como atriz contribuem para escrever? E como jornalista? Por que?

As duas profissionais me guiaram para os livros. Aprendi a intensificar minha leitura com o trabalho no teatro e me apaixonei pelos livros através do exercício da encenação. Na época da faculdade de jornalismo, aprendi a comprar livros em sebos e passava horas nos sebos do centro da cidade do Rio. Hoje livros antigos me lembram essa época. Eu queria encontrar o mundo inteiro nas histórias. Ter feito Artes Cênicas e jornalismo fazem com que eu seja mais livre para escrever, já que as duas profissionais têm como base a liberdade de expressão, a liberdade do ser e a liberdade do fazer.

Escritoras Teens: Existe algum livro que você gostaria de ter sido a autora ou algum que você reescreveria?

Nãooooo!!! Quem sou eu para desejar o livro alheio? Ahahahahah… O que posso dizer é que adoro a história de vida da autora Beatriz Potter. Me identifico com alguns acontecimentos da vida dela e já assisti Miss Potter mais de quinze vezes. O filme é lindo! Mas tô feliz com meus livros, com a história que estou escrevendo da minha vida literária e não quero o que não é meu. Acho que cada autor tem seu destino, sua trajetória. Sou muito feliz com minha vidinha, do jeito que ela é. Então não gostaria de reescrever nada. Só escrever mesmo e o que for de minha autoria. Eu sou orgulhosa demais dos meus filhotes literários.

Escritoras Teens: Com quantos livros escritos você gostaria de alcançar a marca de um best-seller ou atingir outros países?

A minha busca é pela escrita, mas claro que os resultados são importantíssimos. É agradável demais saber que seu livro está sendo lido por mais pessoas do que seu editor imaginou. Quando saiu a segunda edição do meu primeiro livro eu comemorei muito. Cada livro tem feito minha vida mudar para melhor. Quando escrevi Fernanda Vogel na Passarela da Vida me surpreendi com a procura da imprensa, com o retorno dos leitores, eu não sabia como isso funcionava, me sentia um pouco menina de interior na cidade grande. Com Novela de Poemas me vi na Bienal do livro conhecendo leitores, vendo as pessoas falarem meus poemas em voz alta, copiando meus poemas nos seus blogs… E agora tô vendo Sou Toda Errada conquistar novas leitoras. Se ele virar best seller vai ser um presente. Eu adoraria vender 300 mil cópias dele! E sobre vender em outros países, acho que Deus cuidará disso, deixando acontecer no momento certo.

Escritoras Teen: Se sua melhor amiga fizesse uma crítica não muito boa a seu livro, que peso (importância) isso teria para você?

Ai, graças a Deus isso nunca aconteceu. Acho que eu gostaria de escutar tudo, sem me defender. Mas meus amigos dão muito apoio para as minhas escritas e são fãs do meu trabalho. Eu tenho um amigo que acompanha meu trabalho desde 1997 sem parar, sabe tudo, torce, é peça fundamental do meu crescimento profissional, dando opiniões, ajudando, me colocando para cima quando mais preciso. Mas nem todos os amigos estão tão por dentro da minha carreira, elogiam, mas não acompanham tanto porque eu não gosto muito de ser A escritora na minha vida particular. A carreira já me mostrou que o melhor é sempre prezar por ter uma vida normal. Sou muito na minha, gosto que meus livros falem por si e acho que o melhor é tratar tudo com normalidade, jamais me achando melhor do que ninguém. Até porque não sou. Ando muito cuidadosa com minha vida pessoal também. Já me expus muito, hoje em dia quero silêncio na minha intimidade. Já passei muita coisa na vida e aprendi a ter o pé no chão, mesmo que minha profissão tenha me ensinado a voar. E olha posso garantir que voar é maravilhoso.

Obrigada para todo mundo do Escritoras Teens! Adorei conversar com vocês, estar aqui e dividir um pouquinho da minha vida com quem gosta dos livros assim como eu! Sejam felizes sempre. Com amor. Tammy

Tammy Luciano e Stepan Nercessian com “Sou Toda Errada”, seu ultimo lançamento.

Tammy Luciano feliz na Festa Junina do Retiro dos Artistas, onde também autografou seus livros.

Anúncios

Vencedores do Concurso de Contos para a antologia Teen:Deixa eu te contar?

Nath Souza e Izabelle Valladares

Quando comecei a visitar blogs , percebi uma riqueza enorme de talentos jovens, e não imaginava que teríamos acesso á um material tão surpreendente.Encontrei Nath Souza do blog Escritoras Teens que abraçou a idéia comigo e em um mês lançamos um concurso no blog e reunimos os melhores textos recebidos em um único livro.

Criatividade, sentimentalismo, engenhosidade, vários aspectos na arte de escrever foram reconhecidos em cada autor.

Alguns estreantes, outros com textos já publicados, alguns escritores com obras já lançadas, como o Tanus Vangart e o Cadu Lima, enfim conseguimos reunir contos do cotidiano e do imaginário, no livro os contos com estrelinhas em seu título são escritos por adolescentes, em cada mini biografia vocês encontrarão os emails de contato, não deixem de escrever para os autores e deixar sua opinião, para nós escritores é muito importante.

Enfim, uma inovação em nossa literatura.

Agradecemos á todos os participantes, por seus textos e sua dedicação em fazer um lindo livro, em breve faremos o segundo concurso , estamos honradas com a participação de todos os autores

Izabelle Valladares e Nath Souza.

Contos e escritores selecionados:

Victória Lopes – A mentalista.

Marcelo Lino – O Futebol e as mulheres.

Vitória Doretto – Em uma hora.

Fernanda Fortini – Lembranças.

Nathaliê Ferrêt – A Troca.

Adolph Kliemann – O homem da língua.

Izadora Bridges – Cartas de Amor.

Stan Carvalho – Pedido a estrela.

Niih Poynter – Mais que simples amigos.

Nathalia Lourenço – Miss Lexotan.

Milla Viegas – A bruxa que queria ser fada.

Itamar ferreira – Rosendão na mansão.

Jhenifer Pollet – Halloween travessuras e medo.

Hyndaiá Fontineli – As Aventuras de uma adolescente.

Camilla Ramos – Ana Izabel.

Participaram do livro, mais dois autores convidados,Adolph Kliemann – com o conto :O homem da língua, contista, autor do livro Trevas de marfim e Cadu Lima, autor que recentemente participou do livro Zumbis, quem disse que eles estão mortos? além de algumas outras obras.

OBS:Após denúncia de plágio, o autor Tanus Vangart foi substituido em nossa obra.

Nuvem de etiquetas